Ir para o conteúdo

Prefeitura de Campo Belo e os cookies: nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
ACEITAR
PERSONALIZAR
Política de Cookies e Privacidade
Personalize as suas preferências de cookies.

Clique aqui e consulte nossas políticas.
Cookies necessários
Cookies de estatísticas
SALVAR
Prefeitura de Campo Belo
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social YouTube
Serviços
Praça dos Expedicionários

A Praça dos Expedicionários foi projetada pelo espanhol Juan Fabra Romero, no governo do prefeito Antônio de Bastos Garcia, no início dos aos de 1930. A iniciativa da homenagem aos campo-belenses que lutaram contra o nazismo de Aldolf Hitler, na segunda guerra mundial, foi do Expedicionário José Lopes Dias, em 1948 sem o apoio do então prefeito Wantuil Pinto Rosa, mas com doações de seus colegas da FEB – Força Expedicionária Brasileira, de comerciantes e cidadãos campo-belenses. Antes, porém, devemos lembrar que, naquele tempo, existiam no meio do atual Largo da Matriz ou Praça Cônego Ulisses, quatro casarões que dividiam essa praça em dois Largos: o da Matriz e o do Rosário. O Largo do Rosário era bem grande e todo o terreno circundava a Igreja que lhe emprestou o nome, sendo que a parte que ficava nos fundos dessa Igreja era, na época, tomada pelo cemitério ‘’Parque da Saudade’’. A praça antes se chamava ‘’Praça Rui Barbosa’’. Com a demolição da Igreja em 1939, o cemitério também foi desativado. Alí construíram o ‘EDEN CASSINO’’ e depois a Igreja do Senhor Bom Jesus – Nova Matriz, em 1948. No mesmo local foi construído o ‘’Cine Teatro Sidney’’, o qual foi demolido nos anos 1994, dando espaço ao prédio da Caixa Econômica Federal

Seta
Versão do Sistema: 3.4.0 - 05/02/2024
Copyright Instar - 2006-2024. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia