Ir para o conteúdo

Prefeitura de Campo Belo e os cookies: Nosso site usa cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Ao continuar você concorda com a nossa Política de Cookies e Privacidade.
OK
Prefeitura de Campo Belo
Acompanhe-nos:
Rede Social Facebook
Rede Social YouTube
Notícias
Enviar para um amigo!
Indique essa página para um amigo com seus dados
Obs: campos com asterisco () são obrigatórios.
Enviando indicação. Por favor, aguarde...
MAI
18
18 MAI 2018
Município e Judiciário realizam Seminário e Mobilização contra o abuso infantil

Em comemoração à Semana de Enfrentamento à Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes diversas ações foram realizadas pelo Município de Campo Belo, através da Secretaria Municipal da Assistência Social, Secretaria Municipal de Educação e Poder Judiciário.

Na noite de quinta-feira, 17, foi realizado no Cineteatro do CEU (Centro de Artes e Esportes Unificados) o Seminário contou com a presença de autoridades e sociedade civil, representando o Município o Vice-prefeito Adalberto Lopes, representantes dos Poderes Legislativo e Judiciário. O Seminário contou com palestra do Juiz de Direito da Vara da Infância e Juventude, Dr. Alexandre Rocha.

Na manhã de sexta-feira, 18 de maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, houve uma Mobilização, com a participação de alunos da rede municipal, estadual e particular de Ensino, sob a coordenação da Secretaria Municipal de Educação.

A mobilização teve como objetivo chamar atenção da sociedade acerca da violência contra crianças e adolescentes, com a finalidade de evitar a propagação de agressões contra esses jovens.

O 18 de Maio é o Dia Nacional de Luta contra o Abuso e Exploração sexual de Crianças e Adolescentes, instituído pela Lei Federal N°. 9970/00. A data foi escolhida porque em 18 de maio de 1973, em Vitória (Espírito Santo), uma atrocidade chocou todo o país e ficou conhecido como o “Crime Araceli”. Esse era o nome de uma menina de apenas oito anos de idade que foi sequestrada, violentada e cruelmente assassinada. Seu corpo apareceu seis dias depois, carbonizado, e os seus agressores nunca foram punidos.

Prevenção – A melhor maneira de se combater a violência sexual contra crianças e adolescentes é a prevenção, sendo necessário um trabalho informativo junto aos pais e responsáveis, a sensibilização da população em geral e dos profissionais das áreas de educação e jurídica, com a identificação de crianças e adolescentes em situação de risco, além do acompanhamento da vítima.

Denuncie - Além da prevenção, o combate a essa realidade exige que os casos sejam denunciados. Portanto, se souber de algum caso de violência sexual infantil, procure o Conselho Tutelar, Delegacia de Polícia Civil, Polícias Militar, ou ligue para o Disque Denúncia Nacional, para número 100.

Fonte: Assessoria de Comunicação
Local: Campo Belo
Seta
Versão do Sistema: 3.1.9 - 17/01/2022
Copyright Instar - 2006-2022. Todos os direitos reservados - Instar Tecnologia Instar Tecnologia